O Mestre do 3D


Nada vem de graça, ou melhor, esforço muitas vezes é necessário. Isso não quer dizer que ralar seja algo
negativo e triste. Quando escolhemos fazer algo que temos "tesão", podemos passar dias, meses e porque não anos lidando com aquilo. Hoje conversando com uma amiga, acabei "criando" uma analogia que teve sentido pra mim (e acho que pra ela tb, rs). Então, dei uma pausa nas obrigações para escrever esse post, aqui vai ele.

Qual é a semelhança entre as artes marciais e o 3D?


Antes de tudo entenda 3D como CGI ou simplesmente computação gráfica, tá certo? Vamos lá então. Eu,
pratiquei karatê durante boa parte da minha infância e adolescência. E o que eu aprendi com isso? Aprendi a apanhar muito, hahaha. Mas também aprendi algumas coisas de muito valor. Uma delas é o Bushido (caminho do guerreiro), um conjunto de regras e boas condutas que norteiam o caminho reto. Existe uma hierarquia de níveis, onde pessoas mais avançadas são separadas dos aprendizes por um sistema de faixas.

No estilo que pratiquei (Goju Ryu) o aluno iniciava com a branca e terminava com a preta (tá muitos estilos são assim, hahaha). Em média, fica-se 2 anos em cada estágio, então:

Faixa Branca = 2 anos
Faixa Amarela = 2 anos
Faixa Laranja = 2 anos
Faixa Azul = 2 anos
Faixa Verde = 2 anos
Faixa Roxa = 2 anos
Faixa Marrom = 2 anos
Faixa Preta = 2 anos

Ai vem dos Dans 1º, 2º, 3º...

Um faixa branca olha um faixa preta e pensa: "nossa um dia quero lutar assim". Muitos dos principiantes seguem o caminho, porém uma boa parcela desiste, porque a trilha é longa. O que eu quero dizer com isso?

Ou você treina karatê ou você não treina karatê, se você acha que treina karatê, cedo ou tarde te esmagam como uva! (Mestre Miyagi - Karatê Kid).


Fazendo uma analogia com o estudo de computação gráfica, você precisa de tempo e dedicação para
evoluir. Quem é faixa branca, tem que continuar estudando, fazendo os "katas" e apanhando nos "kumites". Porém, a medida que você vai evoluindo, lá pela faixa laranja ou azul, já apanha menos. Alguns faixas brancas mudam de estilo, de luta, de esporte ou simplesmente vão se dedicar a outras coisas. Os guerreiros que permanecem, dão duro começam a participar de campeonatos, vão ouvindo conselhos de mestres, assistem filmes, respiram e transpiram a arte milenar.

Da mesma maneira, um estudante de animação, modelagem, concept art, maquete eletrônica, etc. Precisa começar a enxergar o mundo a sua volta de uma outra maneira, absorvendo coisas novas e aprendendo mesmo fora do PC. Lá pela faixa Roxa, você estará maduro, terá uns bons anos de prática e terá experiência de treino e competições que lhe darão a segurança para encarar novos desafios. Do mesmo modo, uma pessoa que atua (estudando e trabalhando) no mercado da computação gráfica a algum tempo, sente-se preparado para encarar trabalhos novos e desafiadores, montar grupos de estudos, ensinar outras pessoas e seguir adiante. Não importa se o seu Kimono é diferente do seu amigo, a arte é a mesma!

Termino esse longo post com um provérbio oriental:

"O verdadeiro Karatê está dentro de você, é hora de deixar sair (Mestre Miyagi - Karatê Kid)"

"Oss"

Por: Marcus Ferreira
Portfolio: http://be.net/marcusferreira
Twitter: https://twitter.com/eu_m_ferreira  
Flickr: http://www.flickr.com/eumarcusferreira

Compartilhe no G+

Sobre Marcus Ferreira

Tutoriais 3D Max. 5 anos online! Somos um dos blogs referência em tutoriais de 3D Studio Max. São mais de 5 anos compartilhando conhecimento com milhares de pessoas no Blogger, Facebook, Twitter e Youtube.
    Comente com Blogger
    Comente com Facebook

1 comentários:

Jéssica Lima disse...

muito bom!!!